Sindicato fundado em 1939 visando a promoção da educação e a valorização de todos os seus profissionais. Visamos a qualidade no Ensino Público e Privado.

21/12/2020

Nota de Imprensa: Vinte Anos Desperdiçados

 SÃO OPORTUNIDADES PERDIDAS ATRÁS DE OPORTUNIDADES PERDIDAS. DESPERDÍCIO SEM NEXO.


O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.




SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

11/12/2020

Nota de Imprensa: Afinal o Natal é Só Para Alguns

O SUSÍDIO DE NATAL ESTÁ REGULAMENTADO EM LEI. SE ESTÁ, É PARA PAGAR NÃO É PARA IGNORAR.



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.


SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

09/12/2020

Nota de Imprensa: O Portugal dos Pobrezinhos

SE O OBJETIVO É FAZER DE PORTUGAL UM PAÍS DE POBRES ESTE É UM BOM ORÇAMENTO!



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.





SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

26/11/2020

Nota de Imprensa: Um Desastre Anunciado nas Escolas

 A CAMINHO DO CAOS?


O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.




Ler mais

19/11/2020

Nota de Imprensa: Escola Faz de Conta

NAS ESCOLAS APRENDIA-SE A LER, ESCREVER E CONTAR. 

AGORA É MAIS A FAZER DE CONTA. 

POR INCAPACIDADE DE QUEM TEM PODER DE RESOLVER NÃO SABER OU NÃO QUERER TOMAR AS DECISÕES QUE SE IMPÕEM.



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.



SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

10/11/2020

Escola Pública: Que Futuro?

PARECE NEGRO. NÃO SE VISLUMBRA UMA LUZ AO FUNDO DO TÚNEL. 




E SE EXISTE LUZ ELA VEM EM SENTIDO CONTRÁRIO.


Ser ou Não Ser Docente

Um Docente é um Professor mas vai muito para além disso. É um técnico altamente qualificado. Triplamente qualificado.

1. Tem qualificação científica para lecionar a disciplina ou disciplinas para as quais está habilitado;

2. Tem qualificação profissional para saber estabelecer relações humanas eficientes e funcionais;

3. Tem qualificação pedagógica para poder lecionar a disciplina, com afetividade a jovens com características e proveniências completamente distintas, por vezes díspares.


Poucas profissões são tão exigentes e exigem tanto de um Ser Humano. Compreender os outros e conseguir exercer sobre eles influência de modo a que sejam melhores cidadãos, mais aptos e mais capazes de usufruir do Futuro.


Estes princípios estão a ruir. E ao ruírem colocarão em causa o valor da Escola como potenciador da promoção social. Escola: a única Instituição Social que pode promover socialmente um cidadão. 


A Escola é o único meio que permite a um ser humano que nasça num meio desfavorecido ter oportunidade de ultrapassar essa circunstância e ter promoção social, atingindo outro patamar, superior ao que os seus progenitores tiveram ou conseguiram.


O que se assiste é à destruição deste sistema por parte da tutela que se recusa a investir para que isto possa resultar. O Ministério da Educação está a tentar destruir a Carreira Docente. Destruindo a Carreira Docente fará da profissão uma "manta de retalhos" não atraindo para ela os mais capazes e melhor habilitados mas sim os que veem nela uma oportunidade de emprego. 


Ora... isso não é Ser Docente. Um Docente é um Mestre que não só ensina mas é alguém que sabe ensinar. Com capacidade para exercer a profissão com dignidade e sabedoria passando os seus conhecimentos - sabendo passá-los - às gerações mais novas.


O desinvestimento no Ensino Público vai atrair população ativa não qualificada ou pouco qualificada que será incapaz de lidar com as novas gerações de modo a incentivá-las e a atraí-las para o conhecimento e a cidadania. Serão "professores" que vão tapar buracos. "Professores" sem qualificações mínimas para poderem exercer com qualidade e eficiência uma atividade tão exigente. Vai ser um fiasco que será pago, com juros, pela população com menos recursos financeiros.


Quem tem mais recursos pode sempre recorrer ao Ensino Privado. Quem os não tem vai ser obrigado a ter os seus educandos num sistema desarticulado, desconexo e desregulado que deixará de permitir a ascensão dentro da Sociedade Humana, em Portugal.  


Há uma evidência. Quem está a deixar degradar a Escola Pública tem recursos suficientes para que os seus educandos não sofram com isso pois podem sempre recorrer ao Ensino Privado. 


É isto que a População Portuguesa quer?


SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

09/11/2020

Nota de Imprensa: Estado de Emergência Seletivo?

O ESTADO DE EMERGÊNCIA EM PORTUGAL APLICA-SE CONFORME AS CONVENIÊNCIAS E NÃO EM CONFORMIDADE COM AS EXIGÊNCIAS.



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.




SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

05/11/2020

Nota de Imprensa: Escolas Incubadoras de Coronavírus?

AS CONDIÇÕES PRECÁRIAS E DESADEQUADAS DAS ESCOLAS TINHAM DE DAR MAU RESULTADO!



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.




SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 


Ler mais

30/10/2020

Solidariedade Social: Dignidade, Sim! Esmolas, Não!

NÃO QUEREMOS NO SÉCULO XXI REGRESSSAR AO PASSADO, POIS SEMPRE HOUVE SOLIDADIEDADE DA SOCIEDADE. CHAMAVA-SE ESMOLA!


A Sociedade Humana sempre teve formas, modos e modelos de ajudar os mais carentes e necessitados. Durante séculos, desde a Idade da Pedra, chamava-se dar esmola (para quem contribuía) e esmolar ou mendigar (para quem pedia ou se punha a jeito de ser ajudado).



Em Portugal, quando a República substituiu a Monarquia (5 de outubro de 1910) além do Regime Político e forma de governar também houve a necessidade de afastar a Igreja Católica da possibilidade de influenciar os cidadãos. Entre outras instituições não Católicas. E entre outras funções católicas, que lhe são retiradas, as que nos interessam como SINAPE (Sindicato Nacional dos Profissionais da Educação) foram o Ensino e a Solidariedade da Sociedade. O Estado (as suas instituições, como o Governo) asseguraram que deixando a Igreja de ter, praticamente o exclusivo, do Ensino e da Solidariedade, o Estado (Governos da República) assegurariam essas funções.



Sabemos que têm tido dificuldade, umas vezes maior, outras vezes menor, e assim temos indo andando e desandando. Sempre houve Solidariedade Social. Chamava-se «Esmola» nos lugarejos, aldeias, vilas e pequenas cidades "onde todos conheciam todos". A República teve muita dificuldade em substituir-se à Igreja. Na grande cidade (Lisboa) onde os mendigos se podiam confundir com assaltantes teve que ser o Presidente-Rei Sidónio Pais a instituir a «Sopa dos Pobres». 




Depois o tempo foi passando, com os Governos a fazerem evoluir a Solidariedade da Sociedade: «Esmola e Sopa dos Pobres» para Solidariedade Social. Até que se começou a "atirar barro à parede" para tentar ver se a Sociedade Portuguesa aceita que se volte ao tempo da Solidariedade da Sociedade: «Esmola e Sopa dos Pobres» com outro nome: SSS - Solidariedade Social Sustentada (só se pode distribuir dinheiro se houver dinheiro para distribuir).




Com tantos estudiosos, doutorados com MBA's, crânios, dirigentes e gente esperta e brilhante, certamente que conseguirão encontrar soluções para que não voltemos ao tempo, ainda que com outro nome (SSS) das «Esmolas» (nos lugarejos, aldeias, vilas e pequenas cidades) e da «Sopa dos Pobres» (nas grandes cidades).



Se há tantas taxas, impostos, confiscos, alcavalas "sobre tudo e mais alguma coisa" às vezes até parece que sobre coisa nenhuma que se encontre uma solução que dignifique a vida de quem esteja necessitado e sempre trabalhou, bem ou fez o que lhe foi pedido e muito, muitos anos a descontar.




O SINAPE está e continuará atento. Se isto for para mal e pior, aqui o dirá e fará reparos. Se for bem e melhor, também se pronunciará tecendo loas e fazendo elogios.



SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais

27/10/2020

Nota de Imprensa: Assistentes Operacionais em Trabalho Involuntário

NÃO PACTUAREMOS COM ILEGALIDADES E MÁS PRÁTICAS.


O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.




Ler mais

16/10/2020

Nota de Imprensa: Misericórdia Para os Trabalhadores

AS MISERICÓRDIAS OLHAM PARA OS OUTROS. E SE COMEÇASSEM A OLHAR, TAMBÉM, PARA OS SEUS?



O SINAPE NÃO DESISTE, INFORMA E DIVULGA.





Ler mais

Combate à Covid-19 nas Escolas: Que Resultados?

INQUÉRITO ÀS MEDIDAS PARA CONTROLAR A COVID-19 NAS ESCOLAS


OS DOCENTES E NÃO DOCENTES RESPONDERAM A VÁRIAS PERGUNTAS NUM QUESTIONÁRIO DO SINAPE.

A
































SINAPE - SINDICATO NACIONAL DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO. O QUE NÃO DESISTE HÁ MAIS DE 81 ANOS 

Ler mais