Sindicato fundado em 1939 visando a promoção da educação e a valorização de todos os seus profissionais. Visamos a qualidade no Ensino Público e Privado.

27/02/2019

Estás Convocado

GRANDE MANIFESTAÇÃO DE PROTESTO CONTRA A PREPOTÊNCIA.


A resposta à intransigência governamental será feita na rua. Em 23 de Março de 2019 os professores vão mostrar que de facto há muito caminho por fazer. 


Avança. Sempre. Mostra que não és indiferente a quem te quer enganar.

Ler mais

18/02/2019

SINAPE CONVOCADO

PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INTEGRADO NA PLATAFORMA DE SINDICATOS.


Como sempre lá estaremos a defender todos os professores e em particular os associados do SINAPE. Retomar as negociações para definir o prazo e o modo de recuperar os 9 anos, 4 meses e 2 dias "congelado" pelo Governo.

Podem contar sempre com o SINAPE para construir pontes e desfazer nós. Por nós!
Ler mais

Acreditar na Luta Justa

OBRIGADO A TODOS OS DOCENTES QUE ASSINARAM A PETIÇÃO.


Não foi em vão. A tua assinatura tem destinatário certo.

Dia 21 de Fevereiro de 2019.


 Contamos sempre contigo. Como tu contas connosco.



SINAPE - 80 ANOS A LUTAR PELOS DOCENTES E NÃO DOCENTES
Ler mais

13/02/2019

Greve em 14/15 de Fevereiro de 2019

O SINAPE VAI PARTICIPAR ATIVAMENTE NOS PRÓXIMOS DOIS DIAS NA GREVE QUE É O QUE RESTA FACE À PREPOTÊNCIA DO PODER.


Como um dos sindicatos subscritores do pré-aviso contamos contigo.

Para mais informações:

(Clicar) para Pré-Aviso de Greve para os dias 14 e 15;

(Clicar) para Dúvidas e Esclarecimentos do Direito à Greve 

Se não fores tu a defender os teus direitos ninguém o deverá fazer por ti. Confia em ti.


Ler mais

10/02/2019

Há Alunos Mas Não Há Professores

A FALTA DE ESTRATÉGIA DO MINISTÉRIO JÁ ESTÁ A DAR RESULTADOS.


Segundo o jornal "Expresso" de dia 9 de Fevereiro de 2019 muitos diretores não conseguem atrair professores para as Escolas Públicas (clicar). Diretores não encontram docentes para suprir colegas de baixa, Há alunos a ficar meses sem professor. Situação é mais grave na Grande Lisboa e Algarve. Os diretores de escolas garantem que o número de professores de baixa está a aumentar e que é cada vez mais difícil encontrar quem aceite lecionar no seu lugar:

Razões:

1. Ofertas de vencimentos baixos que não compensam custos para quem vem de longe. «Se quem está disponível estiver no norte não lhe compensa vir a Lisboa, onde pode pagar €500 só por um quarto», lembra Benedita Salema, vice-presidente da Escola Artística António Arroio, em Lisboa;

2. É difícil encontrar quem se disponha a ter que mudar para longe até porque o lugar pode acabar ao fim de um mês com o regresso do docente que foram substituir,. Agrava-se se alguém já tiver uma outra ocupação de vida pois não vai abdicar desta sabendo que o tempo em que estará na escola pode ser escasso; 

3. Com o envelhecimento do corpo docente, os problemas de saúde aumentam. Muitos têm redução do número de horas de aulas por via da idade. Por isso, quando os horários são lançados podem ser mais curtos. Não compensa;

4. "Quem é que quer ir para professor hoje em dia? Não é uma carreira atrativa... havendo mais alternativas», lamenta-se Júlio Santos, diretor do Agrupamento do Restelo, em Lisboa; 

5. Apesar de o Ministério da Educação (ME) não dar informação acerca do número de docentes de baixa (calcula-se que, em Março de 2018, cerca de seis mil tinham "baixa médica" superior a dois meses), há outros indicadores que indiciam o aumento de problemas de saúde. Por exemplo, os professores autorizados a mudarem-se para outras regiões para ter assistência médica, dos próprios ou de familiares, aumentaram de 4 429 em 2016 para 6 478 em 2018/19. A maioria, explica Davide Martins (professor de Matemática e muito ativo na blogosfera) «pede para se deslocar para a região norte deixando o sul mais desfalcado». Uma espécie de regresso pois quando mais jovens tinham feito o percurso contrário.



Há alunos meses e meses sem professores a algumas disciplinas. Teme-se o caos com a insensibilidade do ME para a resolução do problema.

A. O ingresso em cursos para Formação de Professores caiu a pique: 1 105 em 2016 para 6769 em 2018;

B. Aumento no número de professores em mobilidade por doença: cerca de 4 mil em 2016/17 para mais de 6 mil em 2018/19;

C. Envelhecimento progressivo do corpo docente no Ensino Público:

48,4 % (55 845 docentes) têm 50 ou mais anos de idade

36,9 % (42 627 docentes) têm entre 40 e 49 anos

14,3 % (16 530 docentes) têm entre 30 e 39 anos

00,4 % (00 437 docentes) têm menos de 30 anos.

A falta de visão e estratégia do Ministério da Educação vai pagar-se muito caro daqui a 10, 20 anos!

Quem brinca com o fogo arisca-se a ficar queimado (já não estão é no ME para assumir responsabilidades). Talvez estejam em Bruxelas ou Estrasburgo! Ou em Nova Iorque na ONU!

Ler mais

06/02/2019

Não Queremos Brincar à Caridadezinha

A PROPOSTA DO MINISTÉRIO DAS FINANÇAS PARA O AJUSTE DAS REMUNERAÇÕES É UMA AFRONTA AOS TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.


O Ministro das Finanças para brilhar em Bruxelas está a empobrecer os portugueses.

O Governo de Portugal está a tentar desvalorizar a importância dos Sindicatos que considera inoportunos e que não pactuam com o desgoverno e opções sem consistências, fomentando o aparecimento de organizações informais que numa primeira fase podem servir os interesses do Governo mas que a médio prazo vão colocar em causa os pilares da Democracia.

António Costa pode estar para o estrebuchar da Democracia como um outro António Costa (com o seu camarada Buiça) esteve para o Regicídio. 

A falta de respeito para com os trabalhadores e respetivas organizações sindicais só pode ter uma resposta. DIZEMOS NÃO E VAMOS LUTAR contra esta ideia à Estado Novo de exercer o poder.

O que se está a tentar fazer com as progressões nas Carreiras da Administração Pública é faltar ao respeito a quem se dedicou e procurou a valorização profissional e intelectual tomando todos por igual.

Não queremos NADA do que não nos pertence mas exigimos TUDO a que temos direito. O tempo de executivos que governam por impulsos maquiavélicos, agendas escondidas e juntam medidas avulsas e desconexas para agradar a uma minoria e desconsiderar os seus trabalhadores já há muito que terminou.

O tempo não volta para trás. 

Contra a demagogia do Ministério das Finanças, ANDA mostrar a tua indignação e exigir O QUE TE É DEVIDO. Recusa o que te querem impingir. Não queremos «caridadezinha». Queremos a justa retribuição pelo trabalho que fazemos e pela sociedade que ajudamos a construir.

Eis a banda sonora do "filme" que o Ministério das Finanças quer preparar para ti. 

 


Todos pela greve (14 e 15 de fevereiro).

Todos às 15:00 horas, do dia 14, junto do Ministério das Finanças.

Todos às oito da manhã, do dia 15, do lado de fora numa Escola perto de ti.

Unidos Venceremos.    Pois quem tem a razão do seu lado derrotará sempre a prepotência.
Ler mais

O rosto da ESCOLA É TRABALHO...é FUTURO Contamos CONTIGO ;)

O rosto da ESCOLA
É TRABALHO...é FUTURO
Contamos CONTIGO 
Ler mais

9A 4M 2D Foi TRABALHO.....é FUTURO Contamos CONTIGO ;)

9A 4M 2D
Foi TRABALHO.....é FUTURO
Contamos CONTIGO 
Ler mais

05/02/2019

Nova Base Remuneratória na Administração Pública

O ATUAL 4.º NÍVEL DA T.R.U. QUE ERA DE 580 € FOI ALTERADO PARA 635.07 €.


LÊ O COMUNICADO DO GABINETE DO MINISTRO DAS FINANÇAS NA ÍNTEGRA.  CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO SÃO ACRÉSCIMOS DE LIBERDADE.




Ler mais

Pré-reformas no Estado mudam a partir de hoje. Saiba o que muda

Pré-reformas no Estado mudam a partir de hoje. Saiba o que muda


(clicar)



Ler mais

04/02/2019

O SINAPE denuncia a actual situação vivida no sector da Educação

A vice Secretária-geral do Sinape Educação, Helena Passaporte, denuncia a actual situação vivida no sector da Educação e reafirma o compromisso sindical de clamar por trabalho digno e remunerações dignas para os trabalhadores desta área.
(clicar)


Ler mais

I R S 2018 - Aproveita a majoração de 50 % em 2019

TEMPO DE ENVIO E RECEÇÃO DAS DECLARAÇÕES. APROVEITA AS VANTAGENS


Os serviços administrativos do teu Sindicato estão a enviar por correio eletrónico as declaração para IRS referentes ao ano de 2018. Não te esqueças que têm uma majoração de 50 % aquando do preencimento do formulário da AT (Autoridade Tributária).

Agradecemos o contributo, o interesse e participação de Todos que nos permite manter o SINAPE, com uma história de 80 anos a completar neste ano de 2019 (29 de Março).


Numa sociedade em que a vida das associações é curta, nós podemos dizer que o SINAPE marca a Diferença.


Ajuda-nos a crescer, envia ideias, problemas, soluções, participa, mesmo que por mail . Passa a mensagem.

Vai ao "facebook" e põe um "like" ou gosto no SINAPE Educação.

Segue-nos também no blogger: https://sinapeeducacao.blogspot.com/
Pede aos teus amigos que o façam também.

Participa.

Cumprimentos
Ler mais

NÃO FALTES....contamos com TODOS ;)

NÃO FALTES....contamos com TODOS 

Ler mais

Somos trabalhadores não escravos. GREVE dia 14 e 15 de Fevereiro.

Somos trabalhadores não escravos.
GREVE dia 14 e 15 de Fevereiro.

Ler mais